Suporte e Resistência na Análise Técnica:

O Gestor

Updated on:

A análise técnica é uma metodologia amplamente utilizada por traders e investidores para tomar decisões informadas nos mercados financeiros. Entre os diversos conceitos fundamentais, dois se destacam como pilares da análise técnica: suporte e resistência. Estes níveis críticos nos gráficos de preços fornecem insights valiosos sobre a dinâmica do mercado, possibilitando a identificação de pontos de entrada e saída estratégicos.

Suporte e Resistência
Gráfico ITSA4 – 1h

O que são Suporte e Resistência?

Suporte é um nível de preço em que a oferta é considerada forte o suficiente para evitar que os preços caiam ainda mais. Em outras palavras, é um ponto no gráfico em que a demanda supera a oferta, gerando uma pressão de compra que impede a queda dos preços. Em muitos casos, o suporte é representado por uma linha horizontal que liga os pontos em que o preço tocou esse nível várias vezes.

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

Resistência, por sua vez, é um nível de preço em que a oferta é considerada suficientemente forte para evitar que os preços subam ainda mais. É o ponto em que a demanda não consegue superar a oferta, resultando em uma pressão de venda que limita o avanço dos preços. Geralmente, a resistência é representada por uma linha horizontal que conecta os pontos em que o preço atingiu esse nível várias vezes.

A Importância da Identificação de Suportes e Resistências

A identificação adequada de suportes e resistências é fundamental para os traders e investidores, pois esses níveis fornecem informações cruciais sobre a tendência e a reversão de preços. Ao observar o comportamento passado do mercado, é possível encontrar padrões que indiquem a presença desses níveis e, assim, tomar decisões mais bem informadas.

Palavras de transição: A fim de, Com o propósito de, Com o objetivo de, Por meio de, Nesse sentido, Consequentemente, Portanto, Por conseguinte, Assim, Dessa forma, De maneira idêntica, De acordo com, Em virtude disso, Além disso, Outrossim, Entretanto, Contudo, Todavia, Não obstante, Por outro lado, Porém, Em contrapartida, Por outro aspecto, Como resultado, Em última análise, Em suma, Em resumo, Enfim, Em conclusão.

Identificando Suportes e Resistências nos Gráficos

Para identificar os níveis de suporte e resistência nos gráficos, é importante seguir os seguintes passos:

  1. Análise de Tendências: Comece identificando a tendência geral do ativo. Isso pode ser feito por meio de linhas de tendência, que conectam os pontos mais altos em uma tendência de baixa ou os pontos mais baixos em uma tendência de alta.
  2. Localize os Picos e Vales: Em seguida, procure os picos e vales no gráfico. Esses pontos representam possíveis níveis de resistência (picos) e suporte (vales).
  3. Observação de Níveis Históricos: Verifique os níveis históricos em que o preço reverteu sua direção anteriormente. Esses níveis podem se tornar suportes e resistências relevantes no futuro.
  4. Uso de Indicadores Técnicos: Utilize indicadores técnicos, como médias móveis e bandas de Bollinger, para confirmar os níveis de suporte e resistência identificados. A convergência de diferentes indicadores pode aumentar a confiabilidade das análises.

Referências bibliográficas:

  • Murphy, J. J. (1999). Technical analysis of the financial markets: A comprehensive guide to trading methods and applications. New York: New York Institute of Finance.
  • Pring, M. J. (2002). Technical analysis explained: The successful investor’s guide to spotting investment trends and turning points. New York: McGraw-Hill.
  • Kirkpatrick, C. D., & Dahlquist, J. R. (2016). Technical analysis: The complete resource for financial market technicians. Boston: Pearson.

O que você achou?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

0 0 votes
Article Rating
Se inscreva
Notificação de
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
0
Iremos adorar sua opinião, comente.x