Pretinha eterniza os pés na Calçada da Fama do Maracanã

Delma Gonçalves, a Pretinha, teve os pés eternizados na Calçada da Fama do estádio do Maracanã na manhã desta segunda-feira (14). A ex-jogadora marcou época pela seleção brasileira, pela qual disputou quatro edições de Jogos Olímpicos (1996, 2000, 2004 e 2008) e quatro Copas do Mundo (1991, 1995, 1999 e 2007).

“A ficha tá caindo aos poucos. Essa é a verdade. Dessa responsabilidade de ser a segunda mulher [Marta foi a primeira] a eternizar os pés aqui na Calçada da Fama, de representar todas as mulheres, independente se jogam futebol ou não, mas o importante é poder estar aqui. Acho que aos poucos eu vou começar a perceber o tamanho da responsabilidade de ser a segunda mulher a eternizar os pés na Calçada da Fama. Estou muito feliz com essa homenagem, de poder representar todas as mulheres que praticam o esporte e todas as mulheres do nosso Brasil”, declarou Pretinha, que, além da Rainha Marta, dividirá espaço com outros nomes referência no futebol brasileiro como Pelé, Garrincha, Zico e Didi.

Notícias relacionadas:

APP conquista Brasileiro feminino de basquete em cadeira de rodas.Brasil encerra etapa do circuito mundial de tênis de mesa sem medalhas.Conmebol confirma datas e horários do início da Eliminatórias.Eternizada na história e no @maracana! ✨

Ídola da nossa #SeleçãoFeminina, a incrível Pretinha colocou os pés na Calçada da Fama da Casa do Inesquecível! Homenagem mais do que merecida! 👏🇧🇷

📸 @rsantosarantes pic.twitter.com/cfFf7zE4Dp
— Seleção Feminina de Futebol (@SelecaoFeminina) August 14, 2023

Pretinha foi uma das pioneiras do futebol feminino no Brasil, participando com destaque da campanha do país nos Jogos de Atlanta, em 1996 (a primeira Olimpíada que teve o futebol feminino em seu programa), sendo a artilheira da competição com quatro gols. Ela também esteve nas campanhas que garantiram duas pratas olímpicas, nos Jogos de Atenas (Grécia), em 2004, e de Pequim (China), em 2008.

A ex-atacante também defendeu a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2007, disputada na China e na qual o Brasil terminou com o vice-campeonato após ser derrotado pela Alemanha na decisão.