Vendedores e frequentadores na Feira da Ceilândia. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Mercado financeiro hoje: IPCA é destaque em véspera de feriado

A quarta-feira pré-feriado do Dia de Nossa Senhora Aparecida traz como destaque o IPCA de setembro e o Tesouro antecipa o leilão de prefixados. No exterior, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, têm reuniões fechadas às margens das Reuniões Anuais do FMI e do Banco Mundial no Marrocos.

Nos Estados Unidos, as atenções ficam no índice de preços ao produtor (PPI) de setembro e na ata da mais recente reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), além de discursos de três dirigentes da instituição.

+ IPCA, IGP-M, INPC, IPC: conheça os índices de inflação do Brasil

EUA, Europa e Oriente Médio

Os futuros de Nova York sinalizam um início de pregão de ganhos moderados no mercado à vista, enquanto investidores aguardam pelo PPI dos EUA, ata do Fed e discursos de dirigentes do BC americano.

A presidente do Fed de São Francisco, Mary Daly, afirmou ontem que ainda há mais trabalho a fazer em relação à política monetária americana, visto que a inflação ainda está alta, mas reconheceu que está desacelerando e que o aumento nos juros está funcionando.

Na Europa, as principais bolsas operam perto da estabilidade. Mais cedo foi revelado que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha desacelerou para 4,5% em setembro, ante 6,1% em agosto, em linha com o esperado.

A guerra no Oriente Médio segue no radar. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, deixou claro que será necessária uma campanha militar prolongada e poderosa contra os adversários, na qual seu país vencerá.

+ Petróleo mais caro por causa da guerra entre Israel e Hamas pode reduzir PIB mundial

O sinal positivo da maioria das bolsas no exterior pode beneficiar o Ibovespa, embora o apetite possa ser moderado em véspera de feriado nacional. O recuo dos rendimentos dos Treasuries (Tesouro americano) e do dólar ante maioria das moedas emergentes pode ajudar a curva de juros aqui.

As taxas curtas também reagem ao IPCA. O resultado do índice, porém, não deve alterar as apostas de corte de 50 pontos-base da Selic nas duas últimas reuniões do Copom deste ano, mas pode mudar o orçamento total do ciclo de afrouxamento monetário.

Ontem Campos Neto disse que o processo desinflacionário tem dois estágios. Um mais fácil, relacionado a itens com preços mais voláteis como energia e alimentos, e o segundo, mais difícil com “um mercado de trabalho resiliente, crescimento, o núcleo de inflação está resistente em vários lugares”.

*Agência Estado

Quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Link da matéria