Fotografia do presidente dos EUA, Joe Biden, segurando a mão do presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva

Ao lado de Biden, Lula pretende criar marco para novas formas de trabalho

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou, nesta quarta-feira, 20/09, ao lado do presidente americano, Joe Biden, em criar “um novo marco de funcionamento na relação capital e trabalho”. Ele deu a enunciação ao aludir os aplicativos uma vez que os de entrega, que usam fainas de trabalhadores sem nexo empregatício.

“Queremos criar, quem sabe, um novo marco de funcionamento na relação capital e trabalho. Uma relação do século 21, civilizada”, declarou o petista. Ele e Biden estão em Novidade York por berço da Associação-Comum da ONU, contudo igualmente tiveram associação bilateral.

A cavaco foi parcela da construção de uma iniciativa dos dois presidentes para motivar o que Lula tem denominado de “trabalho decente”. Mais cedo, eles divulgaram uma enunciação conjunta a respeito de a “Parceria pelo Direito dos Trabalhadores e Trabalhadoras”.

Lula disse estar se empenhando para erigir outro pátria, e que a delegação energética é uma oportunidade para a reindustrialização. “Vamos fazer da transmissão energética uma oportunidade extraordinária para reindustrializar e, quem sabe, fazer com que os empregos virem empregos de qualidade”, declarou o presidente brasílico.

Cooperativa internacional

O presidente brasílico disse que ele e Biden promoverão a iniciativa em todos os fóruns internacionais. O brasílico citou o G20, o Brics e até a Confrontação do Clima com o exemplos de extensão onde tentarão disseminar a teoria.

“Em todos esses fóruns, pode estar certo que nós estaremos trabalhando e tentando criar condições para que todo governante do mundo aceite um protocolo como esse que estamos assinando aqui”, disse o presidente brasílico.

Zona do Euro, FMI, OMC, OCDE: quem é quem na economia mundial

Lula disse que, quando entrou no deslocação sindical, jamais imaginava que único dia estaria ao lado do presidente americano anunciando uma iniciativa para motivar condições de trabalho. “Sobretudo nesse mundo digitalizado em que a inteligência artificial fala muito mais poderosamente do que qualquer outra coisa”, disse ele.

“Sabemos o que aconteceu com a política neoliberal do mundo. O saldo é que nós temos hoje 2 bilhões de trabalhadores que estão no setor informal segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT)”, declarou o petista.

Novas formas de trabalho

O objetivo da iniciativa é perceber resultados práticos em termos de melhora nas condições trabalhistas rosto aos desafios atuais. São eles: completar com a exploração dos trabalhadores, incluindo o trabalho obrigado e o infantil; alongar a responsabilização nos investimentos públicos e privados; a delegação para energias limpas; tecnologia e transições digitais, incluindo a ‘gig economy’ que compreende os aplicativos de transportes; estrebuchar a discriminação no sítio de trabalho, principalmente para mulheres, LGBTQI+ e grupos raciais e étnicos marginalizados.

A iniciativa começa entre Brasil e EUA, contudo o objetivo é seduzir a adesão de mais países. Nesse acepção, o assunto deve ser encabeçado por ambos os países em fóruns multilaterais uma vez que G20, quadrilha que reúne as avós economias do globo, COP28 e COP30.

A parceria dos EUA e Brasil na inquisição trabalhista amplia a arrolamento bilateral entre os dois países em seguida de desgastes por operação de temas uma vez que a batalha na Ucrânia, na qual afirmações do petista teriam incomodado a Lar Branca, suas críticas em arrolamento à dominância do dólar no globo e a Amazônia. O adiante abalroação entre Lula e Biden aconteceu em fevereiro, na Lar Branca, em Washington. De além para aqui, todavia, a arrolamento passou por altos e baixos por operação de temas que opõem os dois países.

Dólar: entenda por que ele sobe e desce e uma vez que afeta os brasileiros

Lula desembarcou em Novidade York no derradeiro sábado, dia 16, para participar da Associação-Comum da Organismo das Nações Unidas (ONU). Em colateral, teve uma sucessão de reuniões bilaterais. Foram murado de 50 pedidos, segundo assessores. Ali de Biden, Lula se reúne hoje ainda com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky e tem encontros agendados com o Diretor-Comum da Organismo Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, e o presidente do Paraguai, Santiago Peña.

O presidente brasílico antecipou a sua circuito ao Brasil e parcela de Novidade York na noite desta quarta-feira. Inicialmente, havia a prenúncio de que Lula fosse embora exclusivamente amanhã, depois uma coletiva de prensa. No entanto, o petista teria argumento dores e sufocação uma vez que a necessário culpa para a sua circuito antecipada. No escopo do mês, Lula fará uma terceira cirurgia no Brasil para curar de uma compaixão crônica.

*Sucursal Situação

Quer perceber o que é macroeconomia e uma vez que ela afeta seu algibeira? Acesse o andamento grátis Franqueza à Macroeconomia, no Hub de Afabilidade da B3.

Link da tema