Agência BNDES de Notícias - BNDES se destaca como uma das instituições que mais avalia impacto de sua atuação

Agência BNDES de Notícias – BNDES se destaca como uma das instituições que mais avalia impacto de sua atuação

Edição n. 15/2024

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é uma das instituições públicas de desenvolvimento do mundo que adotam maior variedade de métodos para monitorar e avaliar a efetividade de sua própria atuação. A conclusão está em análise publicada pelo The Montreal Group (TMG), fórum internacional de instituições financeiras de desenvolvimento que apoiam micro, pequenas e médias empresas (MPMEs).

O comparativo é um dos destaques da última edição dos Estudos Especiais do BNDES, que aborda a evolução do sistema de monitoramento e avaliação (M&A) do BNDES nas últimas décadas. O trabalho mostra que atualmente a instituição conta com diversos métodos de avaliação para medir seu impacto, em sintonia com a própria complexidade da atuação das instituições de desenvolvimento.

Implementado a partir de 2011, o sistema utilizado pelo BNDES busca lidar com isso combinando instrumentos quantitativos e qualitativos, aplicados tanto antes (ex-ante) quanto depois das intervenções (ex-post). As ferramentas incluem modelos para avaliar, na partida, o que se espera de um projeto a ser apoiado – como é o caso do Scoring de Impacto (SIm) – e para verificar se a iniciativa realmente atingiu os resultados pretendidos, a exemplo do Quadro de Resultados (QR) e do Quadro de Teoria da Mudança (QTM).

O BNDES lança mão ainda de modelos insumo-produto para estimar os empregos envolvidos nos projetos apoiados, bem como estudos baseados em análise contrafactual, que buscam associar determinados efeitos às iniciativas apoiadas. Hoje, as avalições de impacto sobre o Banco já somam 99 trabalhos, sendo 68 produzidos por avaliadores externos e 31 pela própria instituição. Os estudos podem ser acessados no site do BNDES.

A partir de uma pesquisa global com seus membros sobre práticas de M&A adotadas, o TMG revelou que o BNDES era o único que adotava todos os tipos de análise de impacto mapeados. A comparação envolveu outras 12 instituições de desenvolvimento de países como Canadá, México, França, Reino Unido, Itália, Espanha, Bélgica, Japão, Marrocos, Nigéria e Arábia Saudita.

Com base nesse histórico, o estudo especial conclui que o BNDES dispõe de um “sistema de M&A consolidado”, que se mostra avançado na comparação com seus pares internacionais.

 

>>Acesse o estudo completo aqui

 

Conteúdos relacionados

Bancos de desenvolvimento da América Latina e Caribe se reúnem para discutir avaliações de impacto

Como o BNDES mede seu impacto?

Os desafios de estruturar políticas públicas efetivas



[ad_2]

Link da matéria